Por que a mentalidade baseada apenas em “cumprir as regras (NRs)” pode não ser convincente para o empresário?

Querido leitor, no texto a seguir, abordaremos o questionamento do porquê a mentalidade baseada apenas em “cumprir as regras (NRs)” não pode ser convincente para o empresário. É importante ressaltar que, ao se concentrar exclusivamente na conformidade com as normas regulamentadoras (NRs), essa abordagem não destaca os benefícios positivos que a Segurança e Saúde no Trabalho (SST) pode trazer para a empresa. Ela limita-se a cumprir as obrigações legais, mas não ressalta os aspectos positivos, como a melhoria do ambiente de trabalho, o aumento da produtividade e a redução de custos.

Essa mentalidade pode criar uma percepção negativa entre os empresários. Eles podem enxergar as fiscalizações, atuações e multas como punições ou interferências indesejadas em seus negócios, em vez de reconhecerem a importância de proporcionar um ambiente de trabalho seguro e saudável para seus colaboradores. Isso pode gerar resistência e diminuir o interesse em investir na SST.

Outra limitação dessa abordagem é que ela é predominantemente reativa. Ou seja, as ações são tomadas apenas após a identificação de não conformidades ou incidentes. Isso não estimula uma mentalidade preventiva, em que se busca evitar acidentes e doenças ocupacionais por meio de medidas proativas de prevenção. Os empresários podem não se sentir motivados a investir em SST se perceberem que a abordagem é voltada apenas para lidar com problemas que já ocorreram, em vez de concentrar na prevenção de problemas futuros.

É importante ressaltar que a SST vai além do cumprimento das regras e normas. Ela desempena um papel estratégico na empresa, contribuindo para a saúde e o bem-estar dos colaboradores, além de impactar diretamente na produtividade, qualidade e reputação da organização.

Portanto, é essencial adotar uma abordagem mais abrangente, que valorize os benefícios tangíveis que a SST pode trazer para a empresa, como aumento da produtividade, melhoria da qualidade do trabalho, redução de custos relacionados a acidentes e doenças ocupacionais, e fortalecimento da imagem e reputação da organização. Esses argumentos, baseados em resultados mensuráveis e no impacto positivo nos negócios, têm maior probabilidade de convencer os empresários a investirem na SST de forma proativa e contínua.

E você, o que achou desses argumentos? Tem mais algum argumento para colocar nessa lista?

Facebook
Twitter
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esteja antenado às novidades do SST

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Nossos Cursos

Treinamento Prático Desafio GRO e PGR

Um acompanhamento passo a passo para você analisar o extrato do FAP, identificar divergências e contestar o FAP 2022 de forma segura, correta e dentro do prazo

Curso Prático de Contestação do FAP

Um acompanhamento passo a passo para você analisar o extrato do FAP, identificar divergências e contestar o FAP 2022 de forma segura, correta e dentro do prazo