.

25 jun 2019

Procedimento Operacional Padrão: saiba como aplicar à SST

Tags:, ,
Vai pra baixo

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 4 colheres (sopa) de margarina
  • 3 ovos
  • 1 xícara e meia (chá) de leite
  • 1 colher (sopa) bem cheia de fermento em pó.

Modo de preparo:

  • Bata as claras em neve e reserve;
  • Misture as gemas, a margarina e o açúcar até obter uma massa homogênea;
  • Acrescente o leite e a farinha de trigo aos poucos, sem parar de bater;
  • Por último, adicione as claras em neve e o fermento;
  • Despeje a massa em uma forma grande de furo central untada e enfarinhada;
  • Asse em forno médio 180 °C, preaquecido, por aproximadamente 40 minutos ou ao furar o bolo com um garfo, este saia limpo;

Não, você não está no blog da Palmirinha. Usamos esta receita de bolo para ilustrar, de forma muito prática e cotidiana, o que é um POP. Ao longo do artigo explicaremos de forma mais detalhada e aplicada à Segurança do Trabalho.

Mas, afinal, o que é POP?

Procedimento Operacional Padrão é o famoso “POP”, também conhecido pela sigla em inglês “SOP” – STANDARD OPERATIONAL PROCEDURE.

Como o próprio nome nos diz, é um roteiro padronizado de uma atividade que será executada. É uma descrição detalhada de todas as operações necessárias para a realização de uma tarefa.

Esta tarefa pode ser desde um seccionamento de uma linha de transmissão em alta tensão até um bolo de trigo. O importante é o passo a passo informado pelo documento, para que seja algo compreensível a quem vá executar aquela tarefa.

O Procedimento Operacional Padrão é uma ferramenta simples e muito utilizada na área de Segurança do Trabalho, justamente pela sua capacidade em minimizar riscos, possibilidade de erros e imperícia, já que por meio da roteirização trazida pelo POP, a execução da tarefa será citada de forma detalhada, um verdadeiro passo a passo para obter êxito em sua realização.

Sua grande vantagem é a garantia de padronização na realização de tarefas, visto que há um roteiro a ser seguido, o que minimiza a possibilidade de ocorrer algo fora do planejado.

Como elaborar um POP?

O responsável pela elaboração de um POP normalmente é alguém que coloca a “mão na massa”. Ninguém melhor para te explicar como se troca um pneu furado do que um borracheiro que faz isso há anos, não é mesmo? Portanto, é de extrema importância que ao decidirmos pela elaboração deste documento, possamos reunir a maior quantidade possível de profissionais habilitados para aquela tarefa.

Assim, conseguimos detalhar o procedimento com a maior riqueza de informações e detalhes, aumentando as possibilidades de êxito quando outras pessoas, mesmo que nem sejam especialistas naquele processo, possam acertar ao elaborar sua execução.

Quanto mais “multifuncional” for a equipe de elaboração do POP, maiores as chances dele ser assertivo, afinal, serão pontos de vistas diferentes de especialistas de diversas áreas contribuindo para que aquele passo a passo fique perfeito.

Quem aqui, mesmo sem grande conhecimento na área da marcenaria, nunca comprou um móvel de pequeno porte e fez, sozinho, sua montagem em casa? Muitas vezes esta possibilidade se dá devido ao POP que acompanha o móvel.

O manual de montagem não deixa de ser um POP, certo? Vem com todas as informações necessárias para que algum não especialista consiga desempenhar, de forma relativamente simples, aquela tarefa. Pode ter certeza que aquele manual de montagem foi elaborado por alguém que monta este tipo de mobiliário há muito tempo e soube passar de forma simples, detalhada e não complexa, todas as informações necessárias para que você pudesse montar sozinho em casa.

Como podemos observar, o POP permite que uma pessoa sem conhecimento específico numa determinada tarefa consiga realizá-la de forma relativamente simples, pois esclarece e orienta como começar, por onde começar, como desenvolver e finalizar aquela atividade.

Outro ponto importante é com relação à linguagem inserida. Já vimos que o documento será utilizado para guiar uma pessoa que não tenha um determinado conhecimento técnico a realizar uma tarefa.

Logo, é importante que não haja termos técnicos complexos ou que exijam conhecimentos específicos, afinal de contas, o POP, a princípio, é elaborado para que seja compreendido por qualquer pessoa que venha a desenvolver aquela tarefa orientada pelo documento.

CTRL C + CTRL V. Pode isso?

Já vi muita gente pesquisando na internet: “POP para trabalho em altura” ou “POP para montagem de andaimes”, dentre outros… Claro que usar documentos como referência é sempre bom e pode trazer novas informações, mas apenas se for para utilizar como referência mesmo.

Nada de pegar um POP de uma empresa e utilizá-lo na íntegra para suas atividades, afinal, cada empresa possui suas especificidades, mesmo se as atividades forem as mesmas. São ambientes, estruturas, problemas, riscos, funcionários, seres humanos, valores, culturas, educação, tudo muito diferente… Enfim, igual mesmo será apenas o objetivo: executar determinada tarefa.

Mas há uma série de variáveis de uma empresa para outra que faz com que o modelo a ser seguido para atingir este objetivo precise ser diferente em cada ambiente de trabalho.

Portanto, vale a pena pesquisar e buscar novas ideias sim, mas vale ainda mais a pena juntar essas ideias e criar o seu próprio Procedimento Operacional Padrão. Desta forma haverá certeza que ele foi desenvolvido única e exclusivamente para sua finalidade, atendendo unicamente suas necessidades em sua forma mais específica.

BAIXE GRATUITAMENTE UM MODELO PARA USO IMEDIATO

Como vimos, existem muitos modelos de POP para as mais diversas tarefas existentes em nosso dia a dia. Aqui no SST Online preparamos um modelo de Procedimento Operacional Padrão a ser executado ao admitir um novo colaborador, um POP DE ADMISSÃO.

Um passo a passo a ser seguido de forma que a empresa contrate um novo funcionário de forma adequada. A falta de padrão neste momento é uma falha que muitas empresas cometem e que pode gerar resultados negativos mais à frente. Porém, você pode se antecipar a tudo isso e ajustar este procedimento à sua realidade, otimizando esta importante etapa, tanto para a empresa quanto para o novo colaborador.

CLIQUE AQUI e baixe gratuitamente o nosso POP DE ADMISSÃO.

Léo Louza

Léo Louza

Técnico em Segurança do Trabalho, consultor e auditor interno de sistemas de gestão integrada

Quer receber nossas atualizações no seu e-mail?

Não se preocupe, também odiamos spam!

Leia também:

Curso Desvendando Aposentadoria Especial, PPP e LTCAT

Curso on-line

Desvendando Aposentadoria Especial, PPP e LTCAT

Descubra os 7 passos para dominar a elaboração de PPP, LTCAT e caracterização da Aposentadoria Especial

Conheça o curso

Dúvidas sobre a caracterização da Aposentadoria Especial, elaboração de LTCAT e PPP?
Clique no botão abaixo e fique aliviado ↓

 

Eu quero saber mais!

Trabalhe com segurança. Há sempre um abraço esperando você na volta pra casa.

SST Online