.

17 abr 2020

Websérie Empreendendo como TST – Ep 03: serviços que o TST pode oferecer

Tags:, , , ,
Vai pra baixo

Antes de fechar as parcerias, os serviços que um Técnico em Segurança do Trabalho pode oferecer de forma autônoma aos seus clientes são relativamente restritos, pois ficamos um pouco presos devido à falta de autonomia para muitas coisas.

Não que sejam poucos, mas após a montagem de uma equipe multidisciplinar abrimos um grande leque de possibilidades, pois passamos a oferecer vários serviços que não teríamos como oferecer trabalhando sozinhos.

Esse “reforço” trazido por diversos profissionais para compor nossa empresa de consultoria abre um mundo de possibilidades. Vamos abordar agora os serviços mais frequentes que podemos ofertar para as empresas que temos em nosso portfólio de clientes.

Documentos

A parte documental de uma empresa é uma das que mais oferece possibilidades para uma consultoria em Saúde e Segurança do Trabalho, pois todas as empresas, independente de tamanho ou quantidade de funcionários, precisam cumprir as normas regulamentadoras de Segurança do Trabalho.

Programas – são sempre muito solicitados. Atualmente, o PPRA é exigido pela atual NR-09 (em breve dará lugar ao PGR, exigido pela nova NR-01). Além dele, temos o PCMSO (aqui há necessidade de parceria com um médico do trabalho). Fora isso temos diversos programas para controle da saúde do trabalhador, como o PPR (Programa de Proteção Respiratória) e o PCA (Programa de Controle Auditivo), dentre muitos outros.

Laudos – também exigem parcerias, como médico do trabalho e engenheiro de Segurança do Trabalho. Laudos técnicos de insalubridade e periculosidade são cada vez mais exigidos devido à implementação do e-Social. LTCAT (Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho) também vem sendo muito solicitado, pois a empresa precisa se respaldar com relação à exigência ou não do recolhimento do adicional para aposentadoria especial e este respaldo se dará por meio da elaboração do LTCAT.

Documentos em geral – as pequenas e médias empresas não possuem SESMT, mas devem cumprir a legislação referente à SST. Por isso, documentos considerados mais “básicos” também podem ser oferecidos e são uma ótima oportunidade para servir como porta de entrada. São eles: mapas de risco, APR (Análise Preliminar de Risco), PT (Permissão de Trabalho), OS (Ordens de Serviços), dentre outros.

Os cursos e treinamentos podem ser subdivididos entre os genéricos e os específicos:

Genéricos: relacionados a algumas NRs, como treinamentos de integração, CIPA, Primeiros Socorros, DDS*, dentre outros. São os treinamentos de conhecimento mais geral que um TST pode ministrar apenas com sua formação em SST.

Específicos: cursos e treinamentos que exigem proficiência no assunto ou algum outro curso específico. Casos das NRs 10, 33, 35, dentre outros.

*Aproveito para contar uma situação ocorrida comigo sobre DDS. Passei um bom tempo atendendo um cliente apenas para ministrar DDS. Na verdade era DSS (Diálogo Semanal de Segurança), chamo de DDS por força do hábito.

Eu ia uma vez por semana à empresa para ministrar um DDS, passava algo em torno de 15 a 20 minutos na empresa apenas para o diálogo e ia embora. Confesso que a remuneração era baixa, mas enxerguei como sendo uma possibilidade daquela ser a minha porta de entrada naquela empresa e foi exatamente o que aconteceu.

Tempos depois fui solicitado para elaboração de vários documentos e treinamento do designado de CIPA. Valeu muito a pena.

Portanto, uma recomendação: nunca feche uma porta por achar que o trabalho não vale a pena. Sempre vale. Se não for financeiramente, com certeza valerá pelo aprendizado pelas novas experiências e pelo networking. Na nossa área de atuação, toda oportunidade é válida, sempre!

Palestras – para quem possui aptidão com oratória e sente-se à vontade para falar em público, palestra é um bom serviço a ser oferecido. Muitas empresas buscam palestrantes para suas “SIPATs” (Semanas Internas de Prevenção de Acidentes do Trabalho).

Se você não possui muita experiência nesta área mas quer dar o pontapé inicial, uma sugestão é fazer algumas palestras (as primeiras) de forma gratuita. Acredite, não é demérito nenhum palestrar sem cobrar. Assim você leva seu conhecimento para outras pessoas e vai aperfeiçoando suas técnicas de apresentação, vai “afiando seu machado” em suas habilidades como palestrante.

Implantação de sistemas de gestão: aqui temos um serviço mais amplo e mais abrangente.

Não é qualquer empresa que busca implementar um sistema de gestão, porém, é algo denso e que requer continuidade, ou seja, não é uma venda qualquer. Mantém-se uma fidelidade por parte do contratante visto que um bom sistema de gestão que se preza possui um ciclo de melhoria contínua, ou seja, você estará sempre visitando este cliente e avaliando como está seu sistema de gestão.

A nova NR-01, que entra em vigor em março de 2021, será uma excelente oportunidade para esta implementação, visto que aborda as diretrizes para implementação do GRO (Gerenciamento de Riscos Ocupacionais) e exige dele a melhoria contínua (ciclo PDCA). Portanto, é denso, trabalhoso mas vale a pena, pois pode-se fazer contratos mais longos e trabalhar por longos períodos dentro do mesmo cliente.

Implantação do e-Social – após ter seu início adiado algumas vezes para os eventos de SST, finalmente o novo sistema de envio de informações para o governo passará a vigorar a partir de setembro de 2020 para as empresas que fazem parte grupo 1 (com faturamento superior a R$ 78 milhões).

Costumo dizer que hoje em dia, entender o e-Social ainda é um diferencial na Segurança do Trabalho. Mas, em breve, será uma exigência padrão e quem não manjar disso está fora do mercado. Portanto, criar um diferencial em sua consultoria e oferecer o serviço de adequação ao e-Social é uma excelente oportunidade de mercado.

Resumo

Como podemos ver, são muitos os serviços que podemos oferecer sozinhos, mas temos uma gama muito maior quando fazemos boas parcerias.

Portanto, mais uma vez utilizarei o provérbio africano citado no artigo anterior: “Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo”. Temos muito a oferecer a todo tipo de empresa.

Todas elas em algum momento vão precisar de uma consultoria em segurança do trabalho e esse consultor pode ser você!

Portanto, mãos à obra!

Confira a websérie no Youtube:

Autor:

Léo Louza

Léo Louza

Técnico em Segurança do Trabalho, consultor e auditor interno de sistemas de gestão integrada

Quer receber nossas atualizações no seu e-mail?

Não se preocupe, também odiamos spam!

Leia também:

Curso Desvendando Aposentadoria Especial, PPP e LTCAT

Curso on-line

Desvendando Aposentadoria Especial, PPP e LTCAT

Descubra os 7 passos para dominar a elaboração de PPP, LTCAT e caracterização da Aposentadoria Especial

Conheça o curso

Dúvidas sobre a caracterização da Aposentadoria Especial, elaboração de LTCAT e PPP?
Clique no botão abaixo e fique aliviado ↓

 

Eu quero saber mais!

Trabalhe com segurança. Há sempre um abraço esperando você na volta pra casa.

SST Online